Pé de Feijão é destaque no Artemisia Lab

Ao ficar entre os três negócios de impacto de mais destaque no processo de aceleração, recebemos 20 mil reais da Associação Samaritano para implementar um piloto com comunidade de baixa renda

Queremos compartilhar com vocês uma notícia maravilhosa: fomos um dos 15 selecionados entre 390 negócios de impacto que trabalham para promoção de saúde e prevenção de doenças crônicas não transmissíveis (DCNT). Causadas muitas vezes pela má alimentação, essas doenças representam um grande desafio de saúde pública e estão entre as principais causas de morte no país. Com o nosso trabalho de oferecer experiências que transformam a relação das pessoas com a comida, fomos escolhidos para a participação da aceleração do Artemisia Lab  Saúde e ainda recebemos um prêmio de 20 mil reais dados aos três negócios de maior destaque no processo. 

E as novidades não param por aí. Agora vamos seguir com uma mentoria nos próximos três meses para colocar de pé um sonho desde que o Pé de Feijão nasceu: trabalhar com a população de baixa renda. Mas vamos voltar ao início desta seleção? Em parceria com a Associação Samaritano, que quer investir em negócios de impacto ligados à saúde, o foco desta aceleração oferecida pela Artemisia é fortalecer os negócios para que possam atingir cada vez mais pessoas, principalmente de rendas mais baixas. 

Depois do primeiro encontro, que aconteceu em maio e nos preparou para entender o cenário da classe C, D e E no Brasil e as principais dificuldades de atingi-los, chegou a hora de nos desafiar em como podíamos ter mais alcance, levando informações sobre saúde e qualidade de vida para um público que alcançamos pouco hoje. 

E há duas semanas, no início de julho, chegou o momento de apresentar os avanços desenhados nesses meses para uma banca de especialistas. Foi um dos maiores frios na barriga que já sentimos, mas valeu muito a pena! “Queremos nos manter fiel a essência de criação do Pé de Feijão, que é levar informação de alimentação para a baixa renda”, diz Luisa Haddad, “e foi isso que apresentamos em nosso pitch”. Agora estamos entre os três projetos que receberam o destaque no programa e fomos premiadas com 20 mil reais. É ou não é para estar feliz?

Ganhamos ao lado de duas tecnologias: um software que detecta autismo em crianças e um relógio que monitora sinais vitais focados na segurança dos caminhoneiros. E seguimos em um novo ciclo de aceleração. Agora vamos desenhar um projeto a partir de um piloto para capacitação de Agentes Comunitários de Unidades Básicas de Saúde a ser financiado por institutos e fundações a fim de levar informações sobre alimentação para dentro da casa das pessoas. Sua organização quer ser uma parceira desta nova fase? Entre em contato com a gente no info@pedefeijaosp.com

 

Este slideshow necessita de JavaScript.